terça-feira, 25 de março de 2008

Superman


Eu queria ser um super-herói! Queria ter o poder de voar por sobre as nuvens e lá de cima observar o que acontece aqui embaixo. Queria ter a força que eles tem para lutar e a disponibilidade de largar qualquer coisa e sair correndo pra salvar aqueles que precisam de ajuda. E salvar! Eu queria ser um X-Men e ter o poder de curar-me sozinha como o Wolverine. Pensando bem, eu queria ser a "Tempestade", com olhos azuis,  potencial para usar magia, ela é um dos mutantes mais poderosos,  tem o poder de controlar o tempo. É interessnte, mas mutantes morrem. Super-heróis não. Ambos lutam, apanham, batem, enfrentam os grandes inimigos, sofrem mas vencem no final. Mesmo machucados, eles vencem todas as batalhas. São incríveis! Já nós humanos somos bem diferentes. Hesitamos em guerrear. Somos limitados. E muitas vezes somos paralisados pelo medo de lutar. Com isso, vemos a vida passar sem vivê-la plenamente. Temos tudo e nada ao mesmo tempo. Algo nos falta. A facilidade em nos prendermos ao lado ruim das coisas, muitas vezes esconde o lado bom. Nos atemos às dificuldades, às frustações, às coisas que deram errado, os tropeços e as dores e ficamos parados. E a nossa dor sempre é a maior de todas. Eu mesma, já fui assim. Quantos dias de sol eu já perdi prostada na janela vendo as pessoas viverem e várias noites rolando na cama e implorando a Deus explicações. Por que estou sofrendo? Por que as coisas demoram tanto? Por que tudo é tão difídicl pra mim? Por que as pessoas que mais amamos são as que mais nos magoam? Por que eu não encontro forças pra sair daquela situação que me faz mal? Deus fale comigo! E Ele fala, muitas vezes eu não o escuto, mas Ele sempre encontra uma maneira de me responder. Seja através de uma oração, através da natureza, com gestos de um amigo e com música também. A resposta de hoje foi esta: eu não sou um superman. Sou um ser humano. Eu posso errar. Eu posso falhar. Sou como tantos outros, com virtudes e defeitos, que trabalha, sofre, ri, chora, ama, canta, dança, tem dor de barriga, tem crise de risos e que pode sofrer e se acolher! O sofrimento nos dá livre acesso a misericórdia de Deus e nos recorda que precisamos Dele para continuar. Eu que sempre quis fazer tudo certo, ser a melhor filha, a melhor aluna, a melhor amiga, a melhor irmã, a melhor em tudo. Estou aprendendo a ser simples e aceitar que sou falível! Aprendendo a encarar a dor de forma diferente e transformá-la em benção. Como é difícil ser eu..rsrs...Como é difícil errar! Perder! Se enganar! Ser boa, ser má, depende do ponto de vista de quem julga. Eu sou a Gi, filha amada de Deus que não desiste de seguir independente das pedras que estiverem pelo caminho.
"Vou sofrendo, mas seguindo enquanto tantos não entendem, vou cantando minha história, profetizando que eu posso, tudo posso!" (Celina Borges)

Deixo aqui uma música, que diz exatamente como estou! Isso é sagrado!
Beijos e um abraço de urso!
" Eu vou insistir em Te acompanhar
Haja o que houver, acredite quem quiser
Mesmo tropeçando eu tô aprendendo
Tô descobrindo que pra tudo existe um tempo
Por isso eu tô na luta, tô sobrevivendo
São nessas horas que eu me lembro
Que às vezes eu machuco, às vezes me machuco
Explodindo por fora, explodindo por dentro
Mas eu tô aprendendo, tô aprendendo

Agora eu tô sabendo
Que o sofrimento é um megafone
É Deus pra mim gritando que eu não sou super-homem
Que eu sou de carne e osso que eu vou passar sufoco
Agora eu não esquento não vou esconder meu choro
Afinal eu sou um cara comum
Que também leva tombo como qualquer um
Que tropeça, levanta mas não sai da dança
Tropeça, levanta e não sai da dança"...

Música: Superman (Banda Fruto Sagrado)



http://www.youtube.com/watch?v=svSJZEsJqbU

6 comentários:

André Barroso disse...

Gisele Barroso, minha escritora preferida, um talento, uma pérola precisosa revelada após tanto sofrimento. Na verdade você é uma X-Men, você tem uma capacidade incrível de curar-se, de ser super-herói, principalmente comigo... você é minha Tempestade, você é minha Mulher Maravilha... uma Vampira que consegue prender as pessoas ao seu redor... e isso é incrível!

Maravilhoso é como você consegue penetrar na essência das pessoas ao escrever seus textos, como você consegue chegar na minha alma sem pedir licença e arrancando lágrimas.

X-Men, agora é hora de você "descansar das batalhas" e cuidar de você, das suas coisas e, ir até o fim, pois acredito você encontrou uma nova ocupação... rsrs.. e "isso" definitivamente é pra você! ESCREVA SEMPRE E PRA SEMPRE!

AMO-TE INFINITO.
NEOQEAV

BJO DO PRETO

Maylon disse...

Caso queira saber minha opinão, não te chamaria de tempestade, e sim de MISTICA, pois ela possue um poder de metamodificação e á asim que eu a vejo.

Sempre se modoficando e se moldando para as suas coisas, sempre tem uma palava, atitude,uma ação coerente com a situação.

essa sua característica de metamodificação permite que ela esteja sempre preparada para tudo e é por isso que eu admiro você.

você não é somente uma X-MEN

e sim por muitas vezes minha heroína, minha super-Irmã huahuahuahu, como vc mesmo dissenão nos encontramos por acaso, existe um plano par nós e é nisso que eu acredito.

beijos e novamente parabéns pelo maravilhoso texto e não diga que este não é o seu melhor texto todos os seus textos são maravhosos

Avulsos disse...

Amiga!!
O que faz de nós super-homens ou super-mulheres é a exata noção de quem somos. O "sei que nada sei" de Sócrates e o "quando sou fraco, aí é que sou forte" de Paulo.
Hoje em dia o heróísmo não está em voar sobre as núvens e vencer monstros. Mas em chegar na essência do próprio "eu" e vencer a si mesmo a cada dia. Se essa é a sua luta, vc é uma super-humana!!
Parabéns pelo texto.

Anônimo disse...

Aii Gii to bege..
muito lindo o que vc escreveu
Acredite vc tem talento pra escrever.. e suas palavras vem da alma.. isso é visivel nos textos que escreveu aqui
Parabéns.. beijos e
Saudades
nao deixe de escrever nunca...

Anônimo disse...

nao sei porque mas nao saiu meu nome quando eu postei..
no nome de caca
sou eu Camila Cantarelli
aqui do jardim liberdade
rsrsr bjos gatona

Kalinka Amorim disse...

Boa noite, tudo bem??
Queria te dizer que li seu texto na tarde do dia 25 e confesso que ele falou muito comigo. Você escreve muito bem, seu texto está completo!!
Também sou jornalista...
Queria te conhecer, sou amiga do Fabiano
Beijos
Paz